Otites: porque as crianças são as maiores vítimas?

Otites: porque as crianças são as maiores vítimas?

otite

Otites: Otite média aguda é a doença mais frequente nas crianças. O risco anual de uma criança ter essa doença é da ordem de 10% e os bebês têm uma chance de alta, de 65%, de ter pelo menos uma dessas infecções nos primeiros 2 anos de vida. É a doença responsável pela maioria das consultas de pediatria. A otite média aguda torna-se menos comum com o avançar da idade até ser incomum no adulto, mas por quê?
As otites médias agudas acontecem devido a infecção por bactérias na região que chamamos de “orelha média” (por isso otite MÉDIA aguda). Essa é uma região pequena, que fica atrás do tímpano, onde ficam também os ossículos do ouvido (martelo bigorna e estribo) e é preenchida normalmente por ar. O ar que entra para essa região vem do nariz, através de uma comunicação chamada tuba auditiva (antigamente chamada de trompa de Eustáquio). A tuba auditiva é, então, a estrutura que liga o fundo do nariz à região da orelha média.
otite
A otite média aguda acontece principalmente devido a dois problemas com a tuba auditiva: sua má função de ventilação ou passagem de secreção por dentro dela até o ouvido.
A má função da tuba auditiva acontece devido às alergias inalatórias, rinites, sinusites ou oclusão direta devido a presença de aumento das adenoides (alguns chamam as adenoides de “carne esponjosa do nariz”). Alergias alimentares também podem causar um inchaço na região da tuba auditiva, ocluindo sua ventilação. Quando o ar não passa de forma adequada do ouvido para o nariz pode ocorrer um acúmulo de líquido dentro do ouvido (a pressão baixa puxa líquido dos vasos que passam dentro do ouvido e fazem um “derrame” na orelha média). O líquido preso no ouvido eventualmente vira meio de cultura para bactérias e a otite aparece.
No caso da passagem de secreções para dentro do ouvido, o principal fator causal é o refluxo gástrico e faríngeo. Parte do conteúdo gástrico volta, principalmente durante a noite quando a criança está dormindo e sobe até a tuba. Também pode haver migração de secreções infecciosas oriundas da adenoides e de eventuais sinusites.
Veja que algumas dessas causas de otites são mais comuns em crianças, como os problemas relacionados a adenoides. Mas também alguns desses problemas são comuns em adultos também, como o Refluxo. A diferença principal entre a criança e o adulto está na anatomia da tuba auditiva.
A tuba auditiva da criança é mais curta e mais horizontalizada, enquanto a tuba do adulto é mais longa e mais oblíqua.

otite

Sendo assim, a chance da tuba auditiva da criança ocluir ou de líquidos subirem através da tuba para dos ouvidos será maior em crianças do que em adultos.
O tratamento das otites pode ser feito de forma mais conservadora, com uso de antibióticos ou com uso de tubos de ventilação, dependendo de diversos fatores de cada paciente.
Se seu filho tem otites, não se preocupe, procure um médico otorrino. Otite tem tratamento.

Em caso de dúvida, consulte um especialista.

“As informações aqui colocadas são de caráter informativo. Cada paciente possui suas particularidades e deve ser avaliado e tratado de forma individualizada. Se você tem algum problema de saúde, procure um médico especialista.”

Dr. Henrique Gobbo
CRM – 117688 SP