Surdez: novo estudo mostra que podemos estar perto de descobrir um revolucionário tratamento para ela

Surdez: novo estudo mostra que podemos estar perto de descobrir um revolucionário tratamento para ela

surdez

Surdez: Essa semana li um artigo muito interessante no site Science Daily que faz referência a um trabalho científico sobre um possível tratamento revolucionário para surdez. Trata-se de uma terapia ainda em estudos que poderia criar novas células sensoriais dentro da cóclea.

A surdez ocorre na maioria das vezes devido a lesão das células ciliadas da cóclea. Funciona assim: o som bate no tímpano e causa uma vibração. Essa vibração passa pelos ossículos do ouvido e é transmitida para líquidos dentro da cóclea. Lá dentro, os líquidos movimentam umas membranas que, ao tocar nas células ciliadas, promovem a audição. Para entender melhor como isso acontece observe esse vídeo (hiperlink para https://www.youtube.com/watch?v=PeTriGTENoc&t=97s ).

O funcionamento dessas células é muito interessante. Os pequenos cílios que elas têm em seu topo entram em contato com as membranas do interior da cóclea. Quando essas membranas se movimentam, os cílios se dobram e há abertura de pequenos canais de íons nas células. O influxo de íons faz com que a célula de despolarize. É como se ela criasse um pequeno choque, uma descarga elétrica, que corre para o nervo auditivo e posteriormente ao nosso cérebro, proporcionando a audição. Para observar melhor a ação das células ciliadas da cóclea, você pode ver esse vídeo (hiperlink para https://www.youtube.com/watch?v=K-cRIO4gQmk )

Essas células são muito sensíveis, e morrem por diversos motivos (idade avançada, toxicidade de drogas e medicações, exposição a ruído excessivo, etc). Atualmente, quando perdemos algumas dessas células, usamos aparelhos auditivos para amplificar o som nas células restantes. Quando perdemos células demais, a ponto dos aparelhos auditivos não mais funcionarem, usamos um implante coclear (hiperlink para https://clinicagobbo.com/implantes-auditivos-e-proteses-auditivas/ ), que é a única forma conhecida hoje de substituir as células ciliadas. Não se conhece atualmente nenhuma medicação que poderia fazer com que as células ciliadas se reproduzissem ou voltassem à vida.

Já há algum tempo que vejo em congressos resultados de estudos sobre a tentativa de criar novas células ciliadas dentro da cóclea. A hipótese de que isso é possível vem do fato conhecido de que existe alguma regeneração coclear em pássaros, sapos e peixes. Mas, até onde se sabe, isso não ocorre em mamíferos. Ora, como ativar esse mecanismo nos mamíferos também?

Em 2012, uma pesquisadora da Universidade do Centro Médico de Rochester (cidade americana no estado de Nova York) chamada Patricia White identificou alguns receptores celulares dentro da cóclea de pássaros que quando ativados fazem com que células de sustentação que ficam próximas às células ciliadas se multipliquem e se transformem em células ciliadas também. Na imagem abaixo, “Hair Cells” são as células ciliadas e “Supporting cells” são as células de sustentação.

“As informações aqui colocadas são de caráter informativo. Cada paciente possui suas particularidades e deve ser avaliado e tratado de forma individualizada. Se você tem algum problema de saúde, procure um médico especialista.”

Dr. Henrique Gobbo
CRM – 117688 SP